sábado, 23 de junho de 2018

EU SOU DO TEMPO- LUIZA PINTO MOURA


Eu sou do tempo
Em que a criançada
Corria pra ajudar a fazer a fogueira
E era só alegria

Eu sou do tempo em que a mãe
Mandava fazer a roupa junina
E o pai comprava os fogos de artifício
E era só alegria

Eu sou do tempo
Do tacho de canjica, caldeirão de pamonha
Milho verde, batata doce assada na fogueira
É era só alegria

Eu sou do tempo
Que os filhos retornavam a casa dos pais
Porque era férias escolares
E era só alegria

Eu sou do tempo
Em que a família se reunia
Ao redor da fogueira e fazia adivinhações
E era só alegria

Eu sou do tempo
Da sanfona ou da radiola tocando baião
Moças e rapazes dançando agarradinhos
No terreiro de casa
E era só alegria

 E  Viva  São João!

Luiza Pinto Moura , Junho 2018

domingo, 27 de maio de 2018

ANÁLISE DA PROFESSORA JUCILENE VIEIRA: GREVE DOS CAMINHONEIROS X GREVE DOS PROFESSORES

Somos professores. Não dirigimos um caminhão. Somos aqueles que dirigem a nação para novos caminhos, para novos rumos. Quando paralisamos nossas atividades, ninguém percebe que o país segue desgovernado, correndo o risco de despencar no abismo da ignorância. Poucos notam que, sem os professores, falta na mesa do brasileiro o pão do conhecimento. E quase ninguém se dá conta de que nós, os professores, transportamos todos os dias toneladas de saberes que abastecem e nutrem a cidadania. É bom ver o apoio dado pela população aos caminhoneiros do nosso país. Quiçá, um dia, nós, professores, recebamos o mesmo apoio. E, melhor, quem sabe, um dia, sejamos uma classe tão unida quanto a deles. O certo é que, enquanto a preocupação for apenas o alimento do corpo, o país ficará anêmico na intelectualidade, tornando-se alvo fácil das "doenças" sociais.
Jucilene Vieira

quarta-feira, 23 de maio de 2018

PARALISAÇÃO DOS CAMINHONEIROS/ALTA DOS COMBUSTÍVÉIS- 2018

 Hoje na BR 232 diversas paradas dos caminhoneiros pela alta do combustível. De Caruaru até Belo Jardim, não foi diferente: postos com aglomerações de carros, motos e caminhões É na estrada diversas barricadas chamando atenção para essa causa. Neste vídeo podemos ver do Planalto até a entrada da cidade de Belo  Jardim-Pernambuco

quinta-feira, 3 de maio de 2018

MAMÃE- LUIZA PINTO MOURA

Mamãe
Se algum dia eu me perder
Reensina-me o caminho
Lembro de todo aprendizado,
Mas sou humano tentando acertar
Viver nos caminhos do bem
É tudo um motivo pra não esquecer
Que desde teu ventre
Já estava predestinado
Servir, amar e ser feliz
Ah, mamãe eu não vou esquecer
A lição primeira:
"Ama a teu próximo como a tí mesmo "
Obrigada, Mamãe !

Luiza Pinto Moura, Maio 2018