terça-feira, 31 de julho de 2012

CAMPANHA DO QUILO EM BELO JARDIM - PEQUENO ESTATUTO DO SERVIÇO DA BENEFICÊNCIA


Amar ardentemente a caridade. Colocar-se no lugar da criatura socorrida. Considerar a situação constrangedora da criatura menos feliz. Amparar com discrição e gentileza. Encontrar tempo para ouvir os necessitados. Nunca ferir alguém com indagações ou observações inoportunas. Abster-se de quaisquer exibições de superioridade. Usar a máxima paciência para que o necessitado se interesse pelo auxílio que  se lhe ofereça. Jamais  demonstrar qualquer estranheza ante os quadros de penúria ou delinqüência, buscando compreender fraternalmente as provações dos irmãos em sofrimento. Aceitar de boa vontade a execução de serviços aparentemente humildes, como sejam carregar pacotes, efetuar tarefas de limpeza ou auxiliar na higiene de um enfermo, sempre que seu concurso pessoal seja necessário.

Respeitar a dor alheia seja ela qual for. Aceitar os hábitos e os pontos de vista da pessoa  assistida, sem tentar impor as próprias ideias. Tolerar com serenidade e sem revide quaisquer palavras de incompreensão ou de injúria que venha a receber Olvidar melindres pessoais. Criar iniciativa para resolver os problemas de caráter  urgente na obra assistencial. Evitar cochichos ou grupinhos para comentários de feição pejorativa. Estudar para ser mais útil. Não apenas verificar os males que encontre, mas verificar-lhes a causa que se lhes faça supressão.
Cultivar sistematicamente a bênção da oração. Admitir os necessitados não somente na condição de pessoas que se candidatam a recolher os benefícios que lhes possamos prestar, mas também na qualidade de companheiros que nos fazem o favor de receber-nos a assistência, promovendo e facilitando a nossa aproximação do Cristo de Deus.
Pelo Espírito: EMMANUEL
Psicografia: Chico Xavier
Do livro: Fonte de Paz
MOVIMENTO ESPIRITA DE BELO JARDIM
Sociedade Deus Cristo e Caridade
Lar Espírita Bezerras de Menezes
Lar dos idosos de Belo Jardim
Visita aos sábados, domingos e feriados das 14h30min as 16h30min
Sociedade Espírita Maria de Magdala

Lembrando a todos que a Campanha do Quilo sempre é realizada no Segundo Domingo de cada Mês. Compareçam!
Muita Paz!
Luiza Pinto Moura

quinta-feira, 26 de julho de 2012

SESC -SONORA BRASIL TRAZ SOTAQUES DO FOLE PARA O NORDESTE



 

Biênio do projeto, iniciado em 2011, traz o acordeão e outras variantes do instrumento para Pernambuco.
A 15ª Edição do Sonora Brasil, projeto criado pelo SESC, gratuito e com a maior circulação musical do país, começaram em julho as apresentações da temática Sotaques do Fole e Sagrados Mistérios: Vozes do Brasil, desenvolvidas no biênio 2011/2012. O Sonora foi criado no ano de 1998 e tem como objetivo difundir, através de apresentações pelo país, o trabalho de artistas que trabalham com músicas não-comerciais, valorizando a cultura presente em cada região do Brasil.

Em 2011, Sagrados Mistérios circulou pelos estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e trouxe atrações como As Caixeiras do Divino (MA) para Pernambuco, enquanto o segundo tema seguiu pelos Estados das regiões Sul e Sudeste. Em 2012 procede-se a inversão para que os grupos concluam o circuito nacional.

O projeto também estimula a criação de novas parceiras, a exemplo do Duo de Acordeões feito pelos grupos Ferragutti/Kramer, que apresenta composições modernas e contemporâneas relacionadas à música de concerto e a outras formas ligadas à vertente acadêmica.

Em Pernambuco, as apresentações se iniciaram com o músico Dino Rocha e Grupo (MS) no dia 19 de julho, às 20h, no Teatro Capiba, no SESC Casa Amarela e segue para Goiana (20), Santa Rita (21), Surubim (23), Caruaru (24), Belo Jardim (25), Garanhuns (26), Arcoverde (28), Pesqueira (29), Buíque (30) e Triunfo (31).

Em Agosto, no dia 1º, é a vez de Carnaíba, Serra Talhada (03), Bodocó (04), Ouricuri (05), Araripina (06), Petrolina (07).

Na cidade de Belo de Belo Jardim aconteceu neste dia 25 de julho Local: Igreja de São Pedro Endereço: Rua Benjamin Constant, 16. São Pedro, Belo Jardim – PE  as: 20 horas - um momento muito lindo na coordenação dos professores Mirael (Dobinha) e Adônis, infelizmente com um público mínimo, mas a realização foi marcante. Por motivo de saúde, o Dino Rocha não pode comparecer, mas seus filhos o representaram com  uma belíssima apresentação. Parabéns aos coordenadores e ao público presente pelo bom gosto.

Segundo o grupo acontecerá em breve uma segunda etapa do Sonora Brasil pelo SESC trazendo :Sotaques do Fole que  apresentará o acordeão mais uma vez em suas variantes regionais ligadas à tradição oral, trazendo a gaita-ponto, com o músico Gilberto Monteiro (RS), a sanfona de oito baixos, com o músico Truvinca (PE), o único pernambucano nesta etapa , já que neste momento apresentou acordeão de 120 baixos, com Dino Rocha (MS)

Alguns professores da   Rede Estadual, Escolas Tomás Alves e Pe Giovanni levaram os alunos do Travessia para assistirem o evento. Muito boa a ideia  de despertar o curiosidade pela arte e o belo com sentido de vida. Assim o aprender é mais interessante.
Simplesmente,  Sotaques do Fole deixou-me muito encantada por essa beleza que é o nosso país, multicultural de forma impressionante, vários causos contados , até parecia que estávamos lá na fazenda, ouvindo tudo aquilo contada com muito amor, com a parentela reunida

Aguardaremos a próxima,

Profª Luiza Pinto Moura. 


sábado, 21 de julho de 2012

ELEIÇÕES 2012 -É JOÃO MENDONÇA - COMPOSIÇÃO NIDES MOURA





Belo jardim quer
João prefeito de novo
E nosso povo vai votar

Mais uma vez
É João Mendonça
É quem o povo não esquece
E reconhece o trabalho que ele fez

55 e o nosso vice é Cristiano
João Mendonça está voltando
E muita coisa vai mudar


Com Eduardo
É Belo Jardim pra frente
E nossa gente vai cantando sem parar
Volta, volta João Mendonça

Já tá na boca do povo
Belo jardim quer a volta
Do bom prefeito de novo
(Composição: Nides Moura)

sexta-feira, 20 de julho de 2012

DIA DA AMIZADE - ÁRVORE DE AMIGOS


DESTA EQUIPE FALTARAM  OS CHEFES:
 PATRESSON,CLEANTO, SERGIO, EUDES, TAYNÃ E BINHO 
A TODOS SAUDAÇÕES ESCOTEIRAS!
Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho.
Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.
A todas elas chamamos de amigo.
Há muitos tipos de amigos.
Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe.
Mostram o que é ter vida.
Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele
floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e
desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam
cruzar o nosso caminho.
Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros.
Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...
Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado.
Esse dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.
Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes.
Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que, quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações.
Mas o que nos deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria.
Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam com o nosso caminho.

Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso,
Prosperidade... Hoje e Sempre... simplesmente porque:
Cada pessoa que passa em nossa vida é única.
Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.
Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso.


(Autor Desconhecido)

"AMA TODO TEMPO O AMIGO, E NA ANGÚSTIA NASCE O IRMÃO (PV 17;17)" 
                                                                                                                                     Muita Paz!
Luiza Pinto Moura
                                                                         

VOLTA ÀS AULAS - DINÂMICA DE GRUPO – BARCO DE JORNAL – CAÇA AO TESOURO



PÚBLICO ALVO:
Alunos do 7º ano A
Alunos do 6º ano B

OBJETIVOS:
Retornar as atividades do III Bimestre
Reconhecer a importância da escola e seus valores sociais
Desenvolver a empatia colocando-se no lugar do outro

DESENVOLVIMENTO:
1º PASSO
Dividir a turma em dois grupos e incentivá-los a acomodar todos da equipe em um pequeno barco de papel, isto poderá ser folhas de jornal

2º PASSO
Fazer com que os grupos saiam da sala a caça do tesouro: um papel contendo  dicas de atividades a realizarem:
Uma camisa da Escola
Uma carteira Estudantil
Uma caneta  (escrita azul)
Uma caneta  (escrita vermelha)
Um lápis comum
Uma borracha
Uma régua
Uma bolsa escolar
Um aluno (mais novo)
Um aluno (mais velho)
Um professor
Uma professora
Um assistente educacional (administrativo)

3º PASSO
Os grupos deverão apresentar ao professor e ao  grande grupo “O Tesouro “e seus valores. Será vencedor o grupo  que apresentar o maior número de componentes da lista, exemplificando seus valores para o ensino aprendizagem e para a vida no futuro próximo. Somente assim todos serão vencedores.

4º PASSO
Dar-se-á através de observações do compromisso com a realização da atividade

SUGESTÃO:
Nós fizemos.Faça você também, pois o resultado é satisfatório.
E bom retorno às aulas
Profª: Luiza Pinto Moura
Julho, 2012

segunda-feira, 9 de julho de 2012

COMÍCIO EM BECO ESTREITO- JESSIER QUIRINO





Pra se fazer um comício 
Em tempo de eleição 
Não carece de arrodei 
Nem dinheiro muito não
Basta um F-4000 
Ou qualquer mei caminhão 
Entalado em beco estreito 
E um bandeirado má feito 
Cruzando em dez posição. 

Um locutor tabacudo 
De converseiro comprido 
Uns alto-falante rouco 
Que espalhe o alarido 
Microfone com flanela 
Ou vermelha ou amarela 
Conforme a cor do partido. 

Uma ganbiarra véa 
Banguela no acender 
Quatro faixa de bramante 
Escrito qualquer dizer 
Dois pistom e um taró 
Pode até ficar melhor 
Uma torcida pra torcer

Aí é subir pra riba 
Meia dúzia de corruto 
Quatro babão, cinco puta 
Uns oito capanga bruto 
E acunhar na promessa 
E a pisadinha é essa: 
Três promessa por minuto. 

Anunciar a chegança 
Do corruto ganhador 
Pedir o "V" da vitória 
Dos dedo dos eleitor 
E mandar que os vira-lata 
Do bojo da passeata 
Traga o home no andor. 

Protegendo o monossílabo 
De dedada e beliscão 
A cavalo na cacunda 
Chega o dono da eleição 
Faz boca de fechecler 
E nesse qué-ré-qué-qué 
Vez por outra um foguetão. 

Com voz de vento encanado 
Com os viva dos babão 
É só dizer que é mentira 
Sua fama de ladrão 
Falar dos roubo dos home 
E tá ganha a eleição. 

E terminada a campanha 
Faturada a votação 
Foda-se povo, pistom 
Foda-se caminhão 
Promessa, meta e programa... 
É só mergulhar na Brahma 
E curtir a posição. 

Sendo um cabra despachudo 
De politiquice quente 
Batedorzão de carteira 
Vigaristão competente 
É só mandar pros otário 
A foto num calendário 
Bem família, bem decente: 

Ele, um diabo sério, honrado 
Ela, uma diaba influente 
Bem vestido e bem posado 
Até parecendo gente 
Carregando a tiracolo 
Sem pose, sem protocolo 
Um diabozinho inocente". 
(Jessier Quirino)