segunda-feira, 30 de maio de 2011

SANTA CRUZ CARREATA DA VITÓRIA EM BELO JARDIM II




























"SANTA CRUZ, SANTA CRUZ JUNTA MAIS ESSA VITÓRIA ..."

(Luiza Pinto Moura)

domingo, 29 de maio de 2011

SANTA CRUZ CARREATA DA VITÓRIA EM BELO JARDIM

Torcedores do Santa Cruz ocuparam as ruas da cidade de Belo Jardim numa grande carreata saudando a todos com muita alegria. Reuniram-se na Praça da Criança seguindo pelas principais Ruas da cidade até a Praça dos Motoristas com músicas e muita animação, além daquela tradicional caninha, coisa de brasileiro.

A festa estava boa, nem a chuva conseguiu afastar a alegria contagiante do torcedor tricolor. São muitas histórias a se contar." De pai pra filho desde 1922, parafraseando Luiz Lua Gonzaga.

De bicicleta, de motocicleta, de automóvel , não importava o meio de transporte o povo queria era farra. Não faltou o boi. Um carro desfilava com um boi montado por um vaqueiro de trajes nas cores tricolor e segurando na mão um leão.


O Point da festa foi na frente do Estádio do Santa Cruz , na cidade de Belo Jardim, com direito ao churrasco e muita cerveja.

Parabéns TIME DE GUERREIROS! Parabéns brava gente brasileira!

(Luiza Pinto Moura)

domingo, 15 de maio de 2011

CARUARU - PALLADIUM DIZ NÃO A INCLUSÃO




Ontem fomos assistir ao Show de Fábio Júnior e José Augusto, na Casa de Show Palladium em Caruaru e junto conosco foi uma amiga que é cadeirante. O acesso foi ruim a começar pelo estacionamento que ficou um pouco distante, na frente do Palladium diversos carros estacionados dificultando o acesso à rampa.

E ao adentramos aquela Casa mais uma vez surpreendidos pelo curral em frente do palco chamado de área Vip, questionei-o um dos seguranças como fazer para ter acesso e simplesmente respondeu que teria que pagar. Então com fazê-lo? Não poderíamos mais ter acesso porque teria que ser antecipado.( Mas de cadeirante só estava ela, naquele local!!!!!!!!!).

No cercado de ferro que dividia a Casa, pessoas que não respeitaram esse direito ficando a frente da cadeira de rodas, sem que nossa amiga pudesse ver o Show. Na hora que o José Augusto iria começar a contar consegui um lugarzinho para ela perto do cercado.

Na saída daquela Casa, ai sim, é que foram momentos difíceis, algumas pessoas nos ajudaram abrindo alas para que pudéssemos passar, chegando à portaria, os portões fechados e mais pessoas que nos conduziram até a saída.

O desrespeito a portadores de deficiência esta registrado no Palladium. Não há acessibilidade, não há nem se quer um estacionamento digno a todos que precisam ser incluídos como pessoas normais e precisam também de lazer igual a qualquer cidadão.

Nossa amiga, nos dizia, eu que estava no lugar errado... Eu não deveria ter vindo. Isso me deixou triste, pois ela é uma pessoa muito alegre que precisa que nós estejamos com ela em qualquer parte.

Talvez a maioria ainda vê o deficiente físico com uma visão piedosa e não respeitosa, como o devia ser. O que falta, nestes casos, é colocar-se no lugar destes indivíduos e conhecer a real rotina destas pessoas.

Visto que isso ajudaria, inclusive, no caso de nos tornar-mos vítimas desta mesma realidade, o que está sujeito a todos nós, já que vivemos em uma sociedade violenta, com altos índices de acidentes no trânsito e crescentes registros de atentados armados.

Muito discutido na atualidade é o tema de acessibilidade aos cadeirantes. A Lei n 19/12/2000, nos traz os aspectos gerais sobre a regulamentação do direito de transição as pessoas com necessidades, como a porcentagem de vagas de estacionamentos em locais públicos e privados, 2%, o número de sanitários adaptados, entre outros.

A questão levantada é preocupante. O indivíduo se encontra em situação especial, luta todos os dias com os fantasmas das desigualdades e das limitações, e quando, o que infelizmente não se aplica a todos os casos, se torna forte o suficiente para levar em frente uma vida social ativa, tem ainda que impor-se, para fazer valer as leis que o beneficiam.

Espero que o Sr. Toinho que é principal dono do Palladium (registro de José Augusto) reveja com urgência o que precisa ser melhorado naquela Casa de Show Palladium para que todos possam usufruir de momentos prazerosos.

Em resumo, há a lei, há a consciência delas e até mesmo o reconhecimento e o apreço por estes indivíduos. O que falta é tornar prático o discurso de acessibilidade como direito a todos os seres humanos.

Profª Luiza Pinto Moura

REFLEXÃO DOMINICAL




"Todos somos responsáveis de tudo, perante todos."
(Dostoievski)
http://alfinetesebombons.blogspot.com/

segunda-feira, 9 de maio de 2011

DIA DAS MÃES - DONINO

PRESENTES



POESIAS

PRESENTES

PRESENTES

ABRAÇO FRATERNO
FOTOGRAFIAS DA PROFª JANDINÚBIA ALVES

PARABÉNS A TODAS AS MÃES

Profª Luiza Pinto Moura

domingo, 8 de maio de 2011

REFLEXÃO DOMINICAL

Feliz Dia Das Mães!
A todas aquelas que pocriaram, adotaram, que são pãe(pai e mãe) ou se tornaram Mães do coração.
Muita Paz!
Beijos!
Luiza Pinto Moura

A MAGIA DE SER MÃE






Ser mãe e saber amar
Conceber ou não um filho
Mas esperar a semente germinar
Crescendo, crescendo...

Ser mãe é saber amar
Aguardar com ansiedade
Um filho para criar
Vê-lo sorrir, fazer careta ou chorar

Ser mãe é saber amar
Dar palmadas e acalentar
Sonhar com dias melhores
Para seu filho crescer e prosperar

Ser mãe e saber amar
Aprendizado que se aprende
A cada dia sem cessar
Ou vacilar

(Luiza Pinto Moura, Agosto,2010)

Publicada no Jornal Mundo Jovem - 15/10/2010


PARABÉNS A VOCÊ MÃE POR ESSE DIA ESPECIAL!
MUITA PAZ!
Profª Luiza Pinto Moura

sábado, 7 de maio de 2011

DEUS NOS ENVIOU UM ANJO CHAMADO MÃE

A semente germina e nasce o embrião que se transforma em feto,
são nove meses no aconchego de um ventre chamado materno.
Outros nascem do coração, do desejo de procriar do infinito amor.

Deus manda cada criatura em missão e
determina a um anjo chamado MÃE,
que o auxilie nessa nova etapa de vida.
Zelar, cuidar e educar no mais singelo carinho e compreensão,
até que esta criatura possa viver por conta própria.

Mas o anjo tão delicado na sua essência da criação
quer que nos tornemos fortes e corramos
para a vida com garra e determinação.
Quer que sejamos águias e possamos voar mais alto
que pudermos até alcançar o infinito em busca de um ninho seguro,
um porto seguro,
que possamos encontrar para que sejamos criaturas do bem.
Então encontraremos a fonte inesgotável da vida.

Esse anjo tem um pouco de Maria,
Mãe do Criador.
Este anjo é você, Mãe!

(Luiza Pinto Moura,abril 2010)


Publicado no Jornal Mundo Jovem no dia 06/05/2010 -

Parabéns a todas as Mães por mais um dia!
Muita Paz!

sexta-feira, 6 de maio de 2011

MÃE

MÃE

Ouço a tua voz
Beijo teus cabelos
Afago tuas tranças

Percebo na tua doçura
A beleza de Maria
Que acalenta o filho

Sinto a saudade
Que bate no meu peito
Abro os olhos devagar
E deparo com a solidão

Quisera mais uma vez
Permanecer ao teu lado
Pra sempre ao teu lado
E não mais dizer-te: Adeus!

(Luiza Pinto Moura, Maio, 2011)


O sol apareceu, mas logo em seguida, timidamente se escondeu. Novamente mais chuvas, assim amanheceu a nossa cidade.

Quando cheguei ontem no meu local de trabalho...Surpresa Todos pela biblioteca. O espaço estava transformado já podíamos chamar de biblioteca escolar: prateleiras organizadas, mesinhas para estudo. E mais recebi visitantes( pena, que não fiz registros por escrito!) : A diretora adjunta Deyse Ciane,Profª Elaisa, Socorro, Cilene, D. Cícera e alguns alunos.

Sabe, dei razão a ela por querer tudo mais organizado, se não dava certo, então mudemos, de lá pra cá, de cá pra lá...(KKKKKKK)! Parabenizei-a pelo espaço. Ficou aconchegante.

Agora falta o tombamento dos livros, catalogar leva muito tempo, mas com certeza, aos poucos chegaremos lá. Passei 27 dias em um ambiente conflitante, cheio de poeira e outras coisas horripilantes, então agora é aguardar para ver. Nosso espaço de trabalho tem que ficar agradável.

Passamos a manhã cortando e grapeando os convites para o Dia das Mães, acontecerá na Escola, com teatros, danças, brindes e serviremos em seguida um almoço.

Para você, Mãe Donino e todas outras Mães, nosso carinho especial pelo seu dia,

Muita Paz!
Profª Luiza Pinto Moura

quinta-feira, 5 de maio de 2011

AS CHUVAS CONTINUAM EM PERNAMBUCO

De Caruaru a São Bento do Una , muitas chuvas. Não só nessas cidades com em todo Pernambuco. As cidades de Palmares, Cadente e Água Preta são mais uma vez castigadas com os desmoronamentos e enchentes. São milhares de desabrigados.

Na nossa cidade hoje amanheceu chovendo muito, creio que mais uma vez a Escola será alagada, impedindo assim que as aulas aconteçam. Faz até medo ver a quantidade de água que corre pelas ruas.Não sei com irei apenas de sombrinha, meu filho está ali olhando a chuva, mas sem vontade de ir à Escola. Agora, ele saiu apressado de guarda-chuva em punho, olhando de um lado para outro, admirando a natureza.

Muitas vezes esquecemos de agradecer ao Senhor Deus, nesse momento é bom fazer uma reflexão e agradecer por todas as oportunidades, orar pelo irmão menos favorecido, auxiliar se for preciso. Realmente a verdadeira paz só quando sentimos a grandeza do Criador. Fora da caridade não há salvação. Eu creio.

Amigos desejo-lhes muita paz e oração.Bom dia!

Abraço fraterno,
Profª Luiza Pinto Moura

quarta-feira, 4 de maio de 2011

SER OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO

Ás vezes corremos risco por não tentar uma mudança, a mudança está em nós, a cada passo que evoluímos somos vitoriosos na sobrevivência dessa nova existência.

Está sendo difícil suportar? Eleva o teu pensamento ao criador, suplica com fé, assim alcançarás o teu objetivo com força e perseverença.

Anteontem ao chegar no meu local de trabalho a chuva inundara tudo. Estavam as faxineiras: D. Cícera, Socorro , Cilene e Mª José na limpeza. Muita sujeira, muita lama e assim elas passaram toda manhã cuidando da Escola. Os alunos não tiveram aula, os professores foram para suas casas e eu simplesmente fiz o mesmo, mas fiquei a imaginar: Por que não terem feito um multirão para que assim elas tivessem apoio?

A tarde retornei para Escola e cumpri com o horário normal.Nos corredores Beba, correndo de um lado para outro limpando tudo. E aja água, muita chuvas! O tempo fechou de vez. A biblioteca estava alagada e Beba fez uma faxina geral, varrendo, passando o pano e recolhendo o lixo.

Alguns moradores da Rua colocam o lixo nas ruas junto aos bueiros e assim acontece a alagamentos, a inundação. Quanto mais consertam, menos encontram a solução.

Quando terminou o expediente, voltando para casa passei na quitanda e comprei macaxeira, mas por incrível que parece não pude chegar em casa com o peso, fiquei cansadíssima. Graças a Deus, a minha nora veio ao meu encontro. Isso é demais!

Bom dia, amigos, irei agora a fonoterapia.

Profª Luiza Pinto Moura

segunda-feira, 2 de maio de 2011

SER PROFESSOR READAPTADO - QUE SITUAÇÃO!




SER PROFESSOR READAPTADO

Estas palavras estão martelando m meus ouvidos. Fiquei com uma disfonia, passei por médicos e médicos. Resolveram carimbar meu passaporte: PROFESSORA READAPTADA.

Quase um mês que passo mais horas na escola que em casa, braços cruzados, coração dilacerado, manchas roxas pelo corpo, mas sou PROFESSORA READAPTADA. Na realidade, não sei mais quem sou... Peço a Deus que não me transforme naquele funcionário relapso, que não cumpre com suas obrigações. Quando chega a hora de ir para penitência sinto dores de barriga, pernas, braços e caminho lento. Que situação!

Recebo ordens, apenas cumpro-as. FAÇA! Trancafiaram-me em um espaço que estão chamando de biblioteca, mas que no momento é somente um amontoado de livros. Sinto vontade de catalogá-los, mas falta-me a essencial força nos braços para executar esta função. E quando começo a fazer, vem a adjunta que diz que quer de outra forma, carrega esses livros pra lá, pra cá... , pra lá, pra cá... , pra lá, pra cá... Graças a Deus hora de voltar para casa.

Gostaria que o Senhor Secretário da Educação de Pernambuco me informasse o que é SER PROFESSOR READAPTADO? Quais as políticas que existem para trazer novamente este PROFESSOR ao convívio social como cidadão que merece respeito?

Segundo laudo médico está com um cisto na prega da corda vocal, tenho uma disfonia. Não é contagioso, não se pega de nenhuma forma com o convívio social. Nestes últimos dias fico a imaginar como o PROFESSOR entrou em decadência, em desrespeito.

Não queria SER PROFESSORA READAPTADA, queria ser avaliada com respeito e ser encaminhada para outros exames que pudessem melhorar a minha saúde. Estou fazendo fonoterapia com acompanhamento da fonoaudióloga Socorro Porto, profissional muito habilidosa que, graças a Deus, e a sua competência estou me reabilitando.

Você professor(a), busque a cada dia tratar da saúde, principalmente da sua voz. Não pense que este microfone (que não recebi PROFESSOR READAPTADO, não teria direito - e olhe, que eu ainda não estava nesta situação) não resolve problema nenhum
.
PROFESSOR(A), Lembre-se que você é a peça fundamental neste país.Tenha muita Paz!

Profª Luiza Pinto Moura