sábado, 27 de maio de 2017

SEM MEDO - LUIZA PINTO MOURA

Sem medo de viver
Sem medo do ontem
Sem medo do hoje

Sem medo de dormir hoje e
Sem medo de acordar na eternidade
Sem medo de chamá - lo de irmão

Sem medo das prestações de contas
Sem medo,pois tudo coloco nas mãos de Deus .

Ele é meu porto seguro
 Por isso posso dizer:
Xô, medo!

Luiza Pinto Moura - Maio
 2017

domingo, 16 de abril de 2017

PALAVRAS SÁBIAS - LUIZA PINTO MOURA

Filho meu nunca Te abandonei
Assim falava Deus,

Quando agonizavas
Afastavas  o  pecado do Mundo

Foste o Cordeiro, és o Cordeiro
E aquebrantastes lágrimas e angústias
Que a  humanidade
Sofreria a mais nessa vida

És o Filho, és o  Carpinteiro
Filho amado desse  Deus Supremo
 Enviado em missão
Afastastes  o  pecado do Mundo

É tua toda honra e toda glória
Somente a Ti louvores e adoração
Somente em Ti esperança
E paz nesse mundo de provas e expiações.

Luiza Pinto Moura, Abril 2017

domingo, 26 de fevereiro de 2017

TRIBUTO A BIU (do Boi de Biu) - LUIZA PINTO MOURA

Quatro anos que Biu
Se foi sem olhar pra trás
Correndo foi morar no céu

Sem boi
Sem saudades
Sem remorso

Ah! Carnaval ?
Esqueceu e se foi
Tudo passou

Descansou Biu
Estará tranquilo?
Estará na graça de Deus? 

Sem Carnaval
Sem serpentina 
Mas na paz

Sem boi
Sem saudades
Sem remorso

Se foi Biu

Luiza Pinto Moura - Fevereiro , 2017

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

TITULAÇÃO - LUIZA PINTO MOURA



Há homens que passam a vida inteira buscando títulos  acumulando  riquezas, as quais muitas vezes são mal administradas outros que purificam almas sem ao menos cursarem uma universidade.

Há homens que se desgastam com acusações aos seus semelhantes como se atirassem pedras á ermo e esquecem o efeito bumerangue -Tudo que vai, volta!,-  outros que pacificam com humildade e devotamento

Há homens que moram em palacetes e outros em casebres, uns de corações nobres, outros de corações tão pobres

Há homens que se sensibilizam com os menos favorecidos repartindo o pão, outros que açoitam com palavras e ações.

Há homens que são anjos que auxiliam e agasalham aquele que sente frio ou fome,  outros que esbarram e gritam um palavrão

Há homens de bens e outros do bem, Seria tão bom, se ambos, se tornam-se companheiros na seara da caridade ao menos favorecido, com pensamentos, palavras e ações.

Luiza Pinto Moura, Dezembro, 2016

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

NATAL DO MENINO JESUS - LUIZA PINTO MOURA

,
Natal 
com esperança,
sonhos,
Paz,
do Menino Jesus

Natal 
com  misericórdia
sem fome,
sem dores
do Menino Jesus


Natal 
com  luzes,
cores 
estrelas,
do Menino Jesus

Natal 
com alegria
famílias,
 amor
do Menino Jesus

Natal
com caridade
sem tristezas
sem pessimismo
do Menino Jesus

Luiza Pinto Moura, Dezembro 2016

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

AMOR-ELIS - LUIZA PINTO MOURA


Hoje o dia é dela e não poderia ficar sem homenagens:

Amor,expressão tão sublime de carinho
Uma  pequenina  semente que germinou
De laços, abraços e paixão
Entre um homem e uma mulher

Amor menina, Amor mulher
Tão sublime para aqueles que a venera
Simplesmente Amor
Essa flor tão singela, Elis-Amor!


Luiza Pinto Moura ,Junho, 2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016

MEU DEUS, AONDE VAI PARAR ESSA MASSA? - LUIZA PINTO MOURA



Os seres humanos tais quais sementes são germinados em terras férteis programados para uma evolução, mas com compromisso de cada momento seguir pela trilha do bem, essa é a lei da vida. 

Vemos em cada momento gente agredindo gente. Gente agindo de forma estranha, pior que os animais. Se encrencando com a própria sorte, transfigurando os parâmetros da bestialidade.
 Muitas vezes analisando passado e presente e tememos o futuro: Recordo-me da minha época de Escola, como estudante, nossos pais compravam oito ou mais livros, cadernos, lápis, borrachas, lanche, lancheiras, bolsas e até o fardamento. Éramos comprometidos a estudar e saber na verdade responder questionários de diferentes disciplinas (nenhum morreu por isso). Na realidade hoje o Governo repassa tudo isso para os alunos e eles não querem nem pensar, que é a coisa mais simples. E a culpa recai sobre nós os educadores, mas aonde foi parar a Educação doméstica? Resumiu-se na Bolsa Família? Misericórdia!]

Os alunos sabendo que para concluírem uma série de atividades precisarão: estudar, fazer os exercícios, as pesquisas e assistirem todas as aulas possíveis, mas não querem nem saber. E os pais muitos menos, pois colocam os filhos nas Escolas com se fosse depósitos de "GENTE". Porém a culpa sempre recai sobre os PROFESSORES, que são avaliados até pelo aluno que se evadiu e não deixou nenhum itinerário, . As aulas deveriam ser mais dinâmicas, mas como se nem mesmo assim eles tem interesses?

 Acredito que os governantes deveriam fazer uma política pública atrelada à Bolsa Família para educarem os pais, somente assim a Educação tomaria jeito, os filhos são reflexos da convivência e a escola não poder ocupar todos os deveres que são do Estado e da própria família.
 Simplesmente fico triste com a degradação do homem, pois esse homem sou eu...

Luiza Pinto Moura -Outubro,2016