segunda-feira, 16 de agosto de 2010

NA MINHA ESCOLA TODO MUNDO É IGUAL

(Trecho do poema)
[...]
Na minha escola, se aprende
que não existe perfeição
e que o que todos nós precisamos
é de carinho e atenção

Que bom se todo mundo
pudesse entender direito
que tudo fica
mais fácil
sem o tal do preconceito.

Aqui vai um belo conselho
que só leva um segundo:
quem não respeita o outro
não tem lugar nesse mundo.

(RAMOS. Rossana. Na minha escola, todo mundo é igual. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2007)

Nenhum comentário:

Postar um comentário